Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Notícias

Claretiano firma parcerias com universidade Claretiana da Colômbia

24/10/2019 - Batatais

O Claretiano - Centro Universitário de Batatais e a Universidade Claretiana da Colômbia assinaram vários convênios de cooperação pedagógica e tecnológica e intercâmbio de informações. O Claretiano – Centro Universitário recebeu a vice-reitora de Inovação em Meios e Mediações da universidade colombiana, Adriana Mora Botina, que esteve em Batatais por 40 dias para fazer pesquisas sobre os modelos de Educação a Distância do Brasil. 

De acordo com ela, o primeiro convênio firmado há alguns anos com o Claretiano foi para o uso da Sala de Aula Virtual por alunos e professores da Uniclaretiana. 

A segunda parceria firmada abrange a construção de materiais didáticos. Segundo Adriana, a experiência que a equipe de educação a distância do Claretiano tem é reconhecida por outras instituições no Brasil. Ela afirma que, inicialmente, serão construídos os materiais de uma nova especialização em Jornalismo de Paz. 

“Essa é uma especialização importante para a Colômbia devido a todo esse processo de violência e por toda luta que estamos tendo para os acordos de paz. Então, esse curso vai ter mãos brasileiras também”, disse. 

Capacitação de docentes e intercâmbios

O terceiro convênio firmado entre as instituições é para o desenvolvimento de uma plataforma para capacitação e avaliação dos docentes da Uniclaretiana. Esse trabalho vai contar com a ajuda da equipe de tecnologia do Claretiano.  

Por fim, Adriana conta que um quarto convênio foi estabelecido para criar programas de intercâmbio entre as instituições. Para ela, o futuro da educação superior, especialmente o da educação a distância, está ligado a temas como internacionalização e transterritorialidade.

“Acredito que nós, universidades claretianas, temos muitos elementos para fazer esses processos. Então, queremos começar a fazer intercâmbio de docentes, intercâmbio de estudantes, intercâmbio de pesquisadores e também de serviços entre outras universidades claretianas no mundo e, principalmente, na América Latina”, afirmou. 

A Uniclaretiana tem sede na cidade de Choco, que fica em uma das regiões mais pobres da Colômbia. Suas atividades começaram em 2006, quando eram oferecidos somente cursos a distância nas áreas de ciências sociais e humanas. 

Atualmente, 13 anos depois, a instituição possui 21 cursos e 3.100 alunos matriculados. O ensino a distância é majoritário, mas há cursos presenciais ofertados em locais onde existem estruturas educacionais claretianas, como na cidade de Cali. 

“Somos pequenos, mas estamos na Colômbia em 12 Centros de Atenção Tutorial, que são os nossos polos de apoio presencial. Nossos estudantes são pessoas que ganham no máximo dois salários mínimos, que equivalem a 500 reais”, disse. 

Apesar de estar na pequena cidade de Choco, que fica na região periférica, por meio da EaD a Uniclaretiana também leva a oportunidade de estudar aos moradores de grandes cidades, como Bogotá, Medellín e Cali.

Para saber mais sobre essa instituição parceira, visite o site www.uniclaretiana.edu.co.