Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Notícias

Terapia Ocupacional: ex-aluna é aprovada em processo seletivo após a graduação

30/03/2020 - Batatais

Talita Alessandra Cardoso, concluiu a graduação em Terapia Ocupacional no Claretiano – Centro Universitário de Batatais em 2017 e logo ingressou no mercado de trabalho. Atualmente ela trabalha no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I) na cidade de Morro Agudo, sendo responsável pelas oficinas terapêuticas, além de ser sócia de uma Clínica Multiprofissional, também na cidade de Morro Agudo. Para que pudesse iniciar a trajetória profissional ela conta que durante a graduação aproveitou ao máximo tudo que o curso oferecia. “Adquiri conhecimentos em fundamentos teóricos e práticos e tive a oportunidade de participar de eventos de Iniciação Científica, projetos de Extensão em Atenção à Saúde do Trabalhador e Ergonomia”, conta. Além disso, Talita participou da implantação do serviço ambulatorial de confecção de órteses onde também adquiriu muita experiência e conhecimento.

“O Claretiano contribuiu muito em minha trajetória. Através dos profissionais qualificados, os quais guardo com carinho em meu coração, adquiri todo o conhecimento das técnicas necessárias para um atendimento humanizado e de qualidade. Sou extremamente grata a todas oportunidades que a instituição e os professores me proporcionaram. Através de todo esse conhecimento, consegui o segundo lugar no processo seletivo em Saúde, para o cargo de terapeuta ocupacional, da cidade de Morro Agudo”, explica Talita.

Depois da graduação ela conta que participou de diversos cursos e eventos na área, entre eles, o Congresso Nacional de Ouvidores de Vozes, em São Paulo, promovido pelo CENAT; o curso de capacitação em ABA pelo Instituto NeuroSaber e cursos voltados a reabilitação oferecidos pela IPÊS Cursos na cidade de Ribeirão Preto. E atualmente está fazendo pós-graduação em Saúde Mental.

Rotina

Talita explica que a sua rotina profissional se divide entre o CAPS e a Clínica com demandas distintas, porém com apenas um objetivo: olhar o ser humano e todo seu contexto e histórico de vida e assim intervir da melhor maneira, contribuindo com sua qualidade de vida, por meio de atividades estruturadas e planejadas, seja em contexto de grupo, ou individualmente.

“Minha rotina é bem intensa, mas a Terapia Ocupacional significa para mim resiliência, pois trabalhamos incessantemente enfrentando desafios, sem desistir. Damos outros significados e valorizamos todas as potencialidades do ser humano em sua real condição. A Terapia Ocupacional é uma profissão muito completa, cheia de significado e autenticidade. Que todos os terapeutas ocupacionais possam acreditar e amar a capacidade que temos em tocar todas as esferas do ser humano e conseguir transformá-las”, diz Talita

O curso de Terapia Ocupacional do Claretiano tem a duração de quatro anos e oferece ao aluno conhecimentos e fundamentação em bases fisiológicas, psicológicas e sociais para a compreensão das atividades humanas e suas correlações com a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida. O aluno também desenvolve diversas práticas desde o início do curso a partir de laboratórios específicos, clínica multidisciplinar e projetos de integração com a comunidade e de observação clínica.

Além disso, é oferecido grande diversidade de estágios, que podem ser feitos na própria clínica mantida pelo Claretiano e em setores conveniados, como Santas Casas, hospitais especializados, unidades básicas de saúde, APAEs, todos com a supervisão, em tempo integral, de profissionais da área e de professores do Claretiano.

Clique aqui e conheça mais sobre o curso.