Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Povos indígenas de Roraima têm primeiros pedagogos formados pelo Claretiano

19/09/2019 - Boa Vista

Os povos Macuxi e Wapichana, de Roraima, terão seus primeiros pedagogos formados pelo polo de educação a distância do Claretiano - Centro Universitário. A cerimônia de colação de grau aconteceu no último sábado, dia 14 de setembro, em Boa Vista, e reuniu diretores do Claretiano, autoridades locais, representantes de organizações indígenas do Estado e os tuxauas (título que se dá aos chefes, em tupi-guarani).

Agora, os indígenas que concluíram o ensino superior terão a oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos em benefício de seus povos. Após quatro anos de estudos, um grupo de 16 alunos conquistou o diploma em Pedagogia. Eles realizaram o curso na modalidade a distância, um acontecimento inédito entre os povos do Estado. 

Pertencente ao povo Wapichana, Valdelia Cadete Tenente, de 29 anos, é uma das alunas. 

“Estou muito grata ao esforço e às organizações indígenas e às lideranças pela parceria e fortalecimento para essa educação diferenciada. Daqui em diante, pretendo lecionar nas escolas indígenas, como retribuição à educação que recebi”, disse. 

Roraima concentra mais de 400 comunidades indígenas, sendo a unidade federativa que abriga a maior quantidade de etnias no país. Desde 2015, o Claretiano - Centro Universitário, por meio do polo de Boa Vista, oferece um ensino voltado a esses povos.

Atualmente, existem alunos indígenas matriculados em Administração, Nutrição, Enfermagem, Ciências Contábeis, Pedagogia e Secretariado.

= = = = = = = = = =