Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Missão do Claretiano

Missão do Claretiano – Rede de Educação

“Capacitar a pessoa humana para o exercício profissional e para o compromisso com a vida, mediante a sua formação integral; missão essa que se caracteriza pela investigação da verdade, pelo ensino e pela difusão da cultura, inspirada nos valores éticos e cristãos e no carisma Claretiano que dão pleno significado à vida humana”. (PEC, 2012, p. 17)

Princípios Institucionais do Claretiano – Rede de Educação

  • Princípio da Singularidade: cada pessoa merece atenção, respeito e valorização na comunidade educativa.
  • Princípio da Abertura: a comunidade educativa está aberta ao diálogo e deseja servir às pessoas, à sociedade e ao mundo.
  • Princípio da Integralidade: a comunidade educativa é profética e facilitadora da construção responsável de si e da investigação da verdade.
  • Princípio da Transcendência: queremos melhorar o que somos e fazemos.
  • Princípio da Autonomia: na comunidade educativa cada um deve responder com empenho pelo bem de todos.
  • Princípio da Criatividade: queremos ser criativos e proativos no cumprimento de nossa missão.
  • Princípio da Sustentabilidade: queremos que a instituição viva e faça viver com passos firmes e de forma sustentável no presente e no futuro.

Clique aqui para baixar a Carta de Princípios do Claretiano - Rede de Educação

 

Objetivos e Metas de Desenvolvimento Institucional

Os objetivos gerais e os objetivos específicos aqui apresentados têm como referência a Missão, o Projeto Educativo, os Princípios e as Políticas Institucionais. 

Objetivos Gerais

  • Buscar a verdade e pesquisar o conhecimento.
  • Estimular a criação cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo.
  • Ampliar as oportunidades de acesso à educação de qualidade.
  • Difundir a cultura e o saber técnico-científico.
  • Educar para a liberdade responsável, para os valores cristãos e para o exercício da cidadania.
  • Capacitar para o exercício profissional e para o serviço ao próximo.
  • Valorizar o conhecimento que transforma a realidade (aprender a fazer); que promove a integração humana (aprender a conviver); que dá sentido pleno à vida (aprender a ser); e que abre o entendimento para a busca do novo (aprender a aprender).
  • Promover o ensino, a pesquisa, a extensão e a ação comunitária, pela criação, cultivo e desenvolvimento do saber, bem como a sua aplicação a serviço do progresso da comunidade e da pessoa humana, sob o prisma da cosmovisão cristã.
  • Promover a formação ética e cristã, contribuindo para o fortalecimento da solidariedade entre os seres humanos.
  • Colaborar no esforço de desenvolvimento do país, articulando-se com os poderes públicos e com a iniciativa privada.

Objetivos Específicos

  • Oferecer infraestrutura acadêmica e administrativa adequada ao desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão, buscando, constantemente, alternativas de gestão que garantam a eficácia na avaliação, a previsão orçamentária, a direção e o controle, direcionados ao desenvolvimento institucional sustentável.
  • Aprimorar os sistemas de informação internos e externos da Instituição, buscando a integração dos diversos setores de gestão, de maneira que se possa garantir dinamismo nas tomadas de decisão.
  • Promover estudos no campo das novas tecnologias aplicadas à educação e implementar avanços tecnológicos que promovam inovações nos sistemas e nos ambientes de ensino-aprendizagem.
  • Manter uma relação próxima e saudável entre a comunidade acadêmica e a sociedade, de maneira que a Instituição possa expressar e exercer sua Missão Institucional.
  • Fomentar reformas e transformações acadêmicas e administrativas que atendam às necessidades sociais, às demandas emergentes de formação e capacitação e às dinâmicas do desenvolvimento institucional sustentável.
  • Assegurar junto à comunidade educativa claretiana a política de acessibilidade, inclusão e diversidade, promovendo a educação inclusiva a partir da eliminação de barreiras atitudinais, programáticas, pedagógicas, arquitetônicas e de comunicações, combatendo de forma explícita toda e qualquer manifestação de preconceito, tendo em vista o convívio com a diferença e a diversidade.
  • Ampliar as parcerias, os convênios e os acordos de cooperação local, regional, nacional e internacional com entidades e instituições que se alinham com os ideais do Claretiano para oferta de cursos e projetos de formação nas diversas modalidades e níveis, presencial e a distância.
  • Criar e apoiar projetos e planos de ações voltados à capacitação e ao desenvolvimento de pessoal, bem como favorecer o crescimento profissional do Corpo Docente, Tutor, Discente e Técnico-administrativo, em consonância com o Plano de Desenvolvimento Humano e Profissional do Claretiano – Centro Universitário.
  • Zelar pelas propostas contidas na Missão Institucional, no Projeto Educativo e nos Projetos Político-Pedagógicos específicos, atendendo à dinâmica das necessidades sociais que envolvem o mercado de trabalho e a legislação nacional.
  • Inovar e adequar os processos de gestão, acompanhamento e controle da qualidade dos serviços prestados ao aluno, à comunidade e aos colaboradores internos, bem como buscar alternativas de avaliação institucional que possam garantir e melhorar os processos, buscando alinhamento às políticas do Claretiano – Centro Universitário.
  • Buscar o fortalecimento e a consolidação das áreas do conhecimento propostas pela Instituição (Educação, Teologia, Saúde, Engenharias, Administração, Tecnologia e Social), com a criação de novos cursos de graduação, pós-graduação, formação tecnológica, sequenciais, extensão, formação continuada e corporativa, que venham ao encontro das propostas e da Missão Institucional, bem como das necessidades sociais.
  • Adotar políticas de incentivo à pesquisa com base no ensino e na extensão, voltadas às áreas de conhecimento desenvolvidas pelo Claretiano - Centro Universitário.
  • Incentivar a produção intelectual e cultural dos professores, tutores e alunos, bem como os meios de publicação.
  • Ampliar e melhorar, gradativamente, a oferta de cursos de graduação e pós- graduação lato sensu na modalidade a distância, bem como criar estruturas para oferta da pós-graduação stricto sensu.
  • Promover a melhoria contínua no modelo de Educação a Distância, levando-se em conta seus agentes educacionais, a expansão da abrangência geográfica, a ampliação da oferta de cursos e a internacionalização.
  • Desenvolver programas sociais de educação, saúde e administração em atenção à criança, ao adolescente, ao adulto, ao idoso, à mulher e aos que se encontram em situação de vulnerabilidade social.Promover a educação, a arte, a cultura, o esporte e o resgate da memória social, bem como a produção e a promoção da comunicação por meio das diversas mídias.
  • Incentivar a participação da comunidade acadêmica em projetos e movimentos sociais de desenvolvimento urbano e rural e de preservação do meio ambiente.
  • Valorizar e compreender a autoavaliação institucional como uma análise crítica da realidade, fonte de informação e problematização dos processos gerenciais e educativos visando à intervenção e melhorias no desenvolvimento estratégico da Instituição.