Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Engenharia de Veículos Híbridos e Elétricos - Pós-graduação

Inscreva-se

saiba mais sobre o curso e faça sua inscrição

Duração do curso

15 meses com 40 encontros aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Carga horária

selecione o local e como estudar

Valor da mensalidade

selecione o local e como estudar

Portarias de Criação e Funcionamento do Curso

Coordenador(a)

Sobre o curso

Os veículos híbridos e elétricos estão presentes no mundo automotivo há muito tempo, sendo que o primeiro veículo elétrico foi construído nos EUA em 1891, sendo que por volta de 1912 o estoque global de veículos elétricos atingiu o pico de 30.000 unidades. Porém o advento do Ford Model T de Henry Ford trouxe um novo cenário, no qual os veículos a combustão passaram a ter um custo menor do que os elétricos, os quais ganharam grande impulso nas vendas, sendo que na década de 1920 os veículos elétricos perderam grande valor de mercado devido à expansão da gasolina. Os anos passaram e na década de 1990 com as exigências dos veículos com emissão zero nos EUA reacenderam a preocupação nos fabricantes de automóveis a se adaptarem a este ovo cenário e foi apenas no final do século, em meados de 1997, que os veículos elétricos novamente voltaram a ganhar espaço no mercado, com a inserção do Toyota Prius. Já em 2006 o lançamento do Tesla Roadster reacendeu o desejo do público por veículos híbridos e elétricos e em 2011 a Nissan produziu o Leaf o qual foi comercializado como ?carro de família ecológico líder e de preço popular?. A partir de 2017 várias montadoras introduziram em seus portfólios veículos híbridos e elétricos e várias delas já anunciaram publicamente o fim da produção de veículos à combustão nos próximos anos. Diante dessa retórica, o curso propõe a capacitação de profissionais de nível superior para a obtenção de visão estratégica em tecnologias de hibridização, eletrificação e conectividade de veículos para que estejam aptos a atuar em projetos, desenvolvimentos e gestão direcionados à indústria da mobilidade, levando em conta aspectos tais como mercado, legislação, sociais, ambientais e políticas públicas, visando preparar o mercado nacional no que diz respeito ao novo cenário mundial vivenciado pela indústria automotiva. O profissional formado poderá atuar em indústrias da mobilidade, tanto em áreas de projetos como fabris, com foco em tecnologias de hibridização, eletrificação e conectividade de veículos, além disso, também poderá atuar como docente na área de mobilidade híbrida e elétrica em instituições de ensino.

Público-alvo

Profissionais de nível superior egressos de cursos de graduação em engenharia mecânica, engenharia elétrica, engenharia mecatrônica, engenharia da computação, engenharia química ou tecnólogos especializados nas áreas de manutenção industrial, mecânica automotiva, automação industrial, indústria automotiva, projetos, eletroeletrônica, eletrotécnica e também profissionais de outras áreas que se interessem pela temática que envolve a mobilidade urbana na área de eletrificação e que necessitem conhecer as arquiteturas de veículos híbridos, elétricos e autônomos.