Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Corpus Christi, o Corpo de Cristo

O Dia de Corpus Christi existe desde 1264 há mais de 700 anos, e foi instaurada na Bélgica, pelo papa Urbano IV. O dia foi escolhido por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, que recebeu visões de Jesus lhe pedindo uma festa litúrgica em honra a Sagrada Eucaristia, um dos sete sacramentos determinados na Última Ceia. Muitas histórias existem em volta da celebração, principalmente, em volta da descrença do homem na presença de Deus na eucaristia. 

Foi em 1247 que fiéis realizaram a primeira procissão e, pouco tempo depois, o dia foi tomado como oficial, se tornando dever canônico mundial. A festa foi levada às vias públicas só depois de 1300 e a festa é celebrada, desde então, na primeira quinta-feira após o Dia da Santíssima Trindade, 11 de junho.

Na procissão, fiéis enfeitam o chão com flores, tapete coloridos, entre outros materiais, para formar a figura de Cristo, o pão e o cálice, representando a eucaristia. Além disso, a caminhada simboliza a caminhada do povo de Deus, em busca da Terra Prometida. Nela, Deus se faz alimento aos seus seguidores, sendo a eucaristia, o centro da vida cristã.

A Pastoral Universitária e a Extensão Comunitária apresentam ações pastorais que buscam agregar ao trabalho acadêmico, munido do espírito do Evangelho e transmitindo o saber científico e espiritual a serviço da humanidade.
Como uma ação de fronteira, tem o privilégio do diálogo entre a Igreja, a cultura e a tecnologia, disponibilizando uma educação qualificada aos futuros profissionais, fundamentada na ética, cidadania e atitude cristã, e no Projeto Educativo Claretiano, que se baseia nos ideais de Santo Antônio Maria Claret, fundador da Congregação dos Missionários Claretianos.