Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Alunos de Direito visitam Fórum de Rio Claro

10/06/2019 - Rio Claro

Ao ingressar na faculdade de Direito, os alunos já se deparam com várias disciplinas teóricas, como Economia Política, Teoria do Estado, Filosofia do Direito, Sociologia do Direito e até Antropologia Jurídica. É um curso que exige leitura e concentração e são cinco anos de muita dedicação ao conhecimento.

Para sair da sala de aula, aproveitar o gás dos ingressantes e mostrar um pouco de cotidiano para esses estudantes que ainda terão tempo para conhecer o universo prático do Direito, o professor Sérgio Dalaneze levou os alunos para o Fórum de Rio Claro.

Guiados por Rita de Cássia Domingues, chefe da Seção Judiciário, os alunos puderam conhecer os ambientes e departamentos do Fórum, assim como os cargos e trabalhos lá realizados.

Durante a visita, os estudantes conheceram Dr. Joélis Fonseca, Juiz de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Claro, que reservou algumas horas do seu tempo para contar sobre seu trabalho na cidade.

Em nossa profissão, nunca se pára de estudar. A faculdade é o período mais fácil que vocês enfrentarão, brincou o juiz.

Em seguida, os alunos conheceram o Dr. Gustavo Zampronho, ex-aluno de Direito do Claretiano e atual promotor de Justiça da 1ª Promotoria de Justiça de Porto Ferreira/SP. Entre as diversas experiências que citou aos estudantes, Gustavo frisou a importância da dedicação aos estudos e à profissão.

Estudei no Claretiano e passei de primeira na OAB. Depois passei de primeira como delegado e depois como promotor. Se você faz o que gosta, se dedica e estuda, vai conquistar o que deseja, incentivou os futuros advogados.

Gustavo aproveitou para relembrar os tempos de estudante, comentando com o professor Dalaneze sobre os trabalhos em grupo, exposições em público e todas as atividades que, quando aluno, julgava ruins, mas que hoje fazem a diferença em sua formação. Na faculdade acabamos deixando algumas coisas de lado, às vezes por vergonha.

Aproveitem as atividades que exigem apresentação oral e tudo o que desafia vocês, porque se não chegarem ao mercado de trabalho preparados, não se sentirão seguros. Aqui fora exigirão preparo de vocês.

Gustavo comentou sobre o funcionamento das provas e exames para promotoria e outras funções, pois eles exigem muito mais que inteligência, pedem posicionamento e postura na apresentação. Também frisou a importância do estudo contínuo e garantiu que isso deve ser constante, principalmente após a formação.

Para o professor Dalaneze, a visita ao Fórum desenvolve nos alunos a profissão que está em construção, gerando contato com a área de conhecimento.

Nos últimos anos, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a Delegacia de Polícia, a Fundação Casa, o Museu do Crime, o Tribunal de Justiça de São Paulo, o Tribunal Militar de São Paulo, o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional, o Itamaraty, o STJ, o STF e muitos outros locais, comentou Sérgio.

De acordo com o professor, o intuito de levar alunos ingressantes para ambientes jurídicos é, principalmente, dá-los o contato que falta nos anos iniciais do curso e apresentá-los às diversas áreas disponíveis para determinarem sua carreira no futuro.

E por falar em futuro, um exemplo de estudante e de sonhador é o senhor Ari Jorge dos Santos, que está cursando Direito com 84 anos.

Ele tem uma história interessante, pois desenvolveu a sua vida profissional e pessoal com muita satisfação, no entanto, desde jovem nutria o desejo de estudar Direito. E agora, com 84 anos, o está realizando, comentou o professor. Ele está muito motivado com o curso e é um prazer para nós, professores, tê-lo como aluno, pois além de contagiar a todos com a sua motivação, ele tem muita consideração por todos e muitas histórias para contar.

O Claretiano agradece ao Fórum, ao Dr. Joélis Fonseca, ao Dr. Gustavo Zampronho, à senhora Rita de Cássia e a todos os envolvidos pela oportunidade de experiência dada aos nosso estudantes.

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =