Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Alunos de cursos da saúde desenvolvem mapas conceituais em aula de Anatomia Humana

09/10/2020 - Rio Claro

Você já ouviu falar em mapa conceitual?

Esse método é usado por empresas e planejadores para organizar e memorizar um conteúdo de forma mais rápida, por meio de palavras e conceitos-chave interligados.

Pensando nisso, e tendo em vista a dificuldade de algumas disciplinas serem abordadas nas aulas remotas durante a pandemia, a Prof.ª Dr.ª Tamires dos Santos que ministra Anatomia Humana Básica aos alunos de Educação Física - Bacharelado, EstéticaNutrição e Psicologia, colocou como tarefa um mapa conceitual do aparelho locomotor.

Em aula, além da teoria, os estudantes recebem vídeos com as aulas práticas exemplificadas pelos professores. Dessa forma, é possível visualizar o o conteúdo teórico dos livros, ampliando o aprendizado, mesmo que a distância.

Para realizar os mapas conceituais, os alunos precisaram compreender bem como funciona o aparelho locomotor e assim criar uma sequencia de conceitos interligados para explicar como esse sistema funciona. E o resultado não podia ser outro, criatividade, dedicação e aprendizado.

O ensino da Anatomia Humana de maneira não presencial é desafiador, temos que ultrapassar as estratégias tradicionais, em busca de um ensino contextualizado que contribua para um melhor desempenho dos alunos, explicou a Prof.ª Tamires. O mapa conceitual é uma dessas estratégias, pois facilita a aprendizagem de maneira significativa, alinhada e voltada para as demandas do mundo contemporâneo.

Para a aluna Marcela, de Psicologia, fazer o mapa foi um desafio prazeroso.

Esse tipo de atividade nos ajuda a colocar em prática o que aprendemos em sala. Pude visualizar todas as informações passadas pela professora desde o início das aulas e pude compreender mais como o corpo humano funciona.

A aula de Anatomia é ministrada conjuntamente aos 4 cursos. Além de trabalhos práticos como esse, os alunos levarão os conhecimentos anatômicos para cada área de especialização. O pessoal da Psicologia, por exemplo, fará uma pesquisa sobre a relação do sistema nervoso com a hanseníase, assim como o impacto social que os portadores da doença sofrem.

= = = = = = =