Infelizmente essa página não possui suporte a impressão.

Institucional

FACULDADE CLARETIANA DE BRASÍLIA

A idéia de oferecer educação em Brasília, mais especificamente em Taguatinga, surgiu de um desejo que remonta aos pródromos da fundação da Congregação Claretiana na nova capital federal, por meio das primeiras tentativas dos Missionários Claretianos junto às autoridades civis e eclesiásticas, a fim de conseguir terreno “próprio” em lugar estratégico no Plano Piloto (SÁEZ, 2006).

A Providência Divina, porém, reservava-lhes outro plano, encaminhando os Missionários Claretianos para Taguatinga, onde os seus trabalhos se adequaram melhor ao carisma de Santo Antônio Maria Claret, marcado pela sensibilidade em captar o mais “urgente, oportuno e eficaz”, disponibilizando estruturas e energias para melhor servir essa comunidade tão carente em seus inícios.

Taguatinga foi a primeira cidade oficialmente criada com o propósito de acabar com os aglomerados humanos denominados "invasões" que estavam sendo formados na área urbana de Brasília. Implantada em 05 de junho de 1958 em terras do município de Luziânia - Goiás, na Fazenda Taguatinga, a oeste de Brasília. A cidade, inicialmente chamada de "Vila Sarah Kubitschek", logo depois "Santa Cruz de Taguatinga" e quase denominada "Presidente Kennedy", por ocasião da morte do chefe de estado norte-americano, foi então por último, denominada Taguatinga.

Assim, os Missionários Claretianos seguindo os passos de seu Fundador, prosseguiram na escolha por uma evangelização voltada para os mais humildes, inculturada, profética e libertadora (MCH, 1979).

Em 1958, um representante da Congregação Claretiana, fez a primeira visita à recém-criada

Taguatinga. Com a presença claretiana definitiva, foram dados os primeiros passos para fundar a

escola, já que a carência de salas de aula era imensa. O início das aulas foi marcado para o dia 02 de

fevereiro de 1959. A sacristia e a Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, divididas por cortinas,

funcionavam como salas de aula para os primeiros 70 alunos da então Escola Paroquial Coração de

Maria. Na época, a igreja funcionava onde hoje é o Hospital São Vicente de Paula, na Samdu Sul. 

Na inauguração de Brasília (21.04.1960), a Escola Paroquial Coração de Maria representou Taguatinga com 200 alunos devidamente uniformizados. Nesse mesmo ano, formava-se a sua primeira turma de Admissão. Em 1977, com a mudança da legislação do ensino, a instituição passou a denominar-se Escola de 1o Grau Stella Maris. Neste ano coube-lhe nova alteração de denominação, passando para Centro Educacional Stella Maris quando forma a sua primeira turma em nível de 2o Grau, do Curso de Magistério. Com a extinção do Magistério, implantou-se imediatamente o Ensino Médio.

No dia 18 de abril de 2008, os sócios da Mantenedora Congregação Claretiana na sua sede social situada à Rua da Bahia, 1596, em Belo Horizonte, MG., em conformidade com os seus estatutos, aprovou a transferência da mantença do Centro Educacional Stella (situado na Área Especial para Igreja Católica, Setor C Parte B, CEP: 72010-070, Taguatinga, DF), para a Ação Educacional Claretiana, situada a Rua Dom Bosco, 466, na cidade de Batatais, São Paulo.

Em 2007, o Centro Universitário Claretiano implantava o Pólo de Educação a Distância de Taguatinga, no Centro Educacional Stella Maris. Este, no ano de 2009, sob a mantença da Ação Educacional Claretiana, passou por algumas mudanças na gestão administrativo-pedagógica.

A Educação Superior Presencial, além ter sido, de há muito, um desejo expresso com frequência pelos pais e pelos alunos egressos do colégio em mais de meia década de existência, a Ação Educacional Claretiana se propõe, de ora em diante, atender a essa demanda.

A instituição funciona nas instalações do Centro Educacional Stella Maris na cidade administrativa de Taguatinga, onde já são oferecidas as etapas da educação básica. Por estar localizada no centro da cidade, próxima à estação do metrô, essa posição propicia-lhe facilidade de acesso ao transporte coletivo que a interliga com outras cidades das diversas regiões do Distrito Federal.

Em 2011, no mês de novembro, foi protocolado no Sistema e-MEC, o processo de credenciamento da Faculdade Claretiana de Brasília, juntamente com os processos de autorização para o funcionamento dos cursos superiores de Tecnologia em: Gestão de Recursos, Gestão, Gestão Pública, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e em Gestão da Tecnologia da Informação.

Assim, a Faculdade Claretiana de Brasília, credenciada pela Portaria MEC no 360, de 05 de maio de 2016, após aprovação no Conselho Nacional de Educação, mediante o parecer CNE/CES 493/2015, constitui-se de um conjunto de cursos de ensino superior, com Sede na cidade de Taguatinga, DF, sita na Área Especial para a Igreja Católica, Setor C – Parte B, S/N, como Entidade Educacional mantida pela EDUCLAR - Ação Educacional Claretiana, que é dirigida pelos Missionários Claretianos desde 1925, com sede na Rua Dom Bosco, n° 466, Bairro Castelo, na Cidade de Batatais (SP), sendo esta uma sociedade civil de direito privado, filantrópica, de fins educacionais e não lucrativos.

Em unidade e continuidade com o trabalho educativo e evangelizador dos Missionários Claretianos, a Faculdade Claretiana de Brasília empenhar-se-á em ser instrumento de progresso cultural para a sociedade e para o crescimento pessoal e integral de cada indivíduo. Ela se propõe incluir em suas atividades o estudo dos graves problemas contemporâneos como a dignidade da pessoa humana, a promoção da justiça para todos, a qualidade de vida pessoal e familiar, a proteção à natureza, a procura da paz, a consciência de uma nova ordem política e econômica para servir melhor ao ser humano de hoje.